Os pratos mais tradicionais das famílias brasileiras aos domingos
GASTRONOMIA
07 de Junho de 2019

"As refeições durante a semana dificilmente reúnem todos os que moram na mesma casa. Para compensar o desencontro, há quem não abra mão do almoço de domingo — é um compromisso em família, uma tradição que por vezes soma também tios, avós, netos e sobrinhos.

massas-almoco-em-familia.jpg (670Ã447)
As massas ao estilo “da nonna” são um dos pratos apreciados para os almoços em família. Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo.

A família da curitibana Danielle Zimmermann procura manter a tradição: todo domingo tem almoço
na casa de alguém, seja na mãe, na sogra ou em sua própria casa. “Nem sempre conseguimos reunir todo
mundo, mas o domingo é em família”, comenta. Além disso, ao menos uma vez por ano procuram reunir todos os familiares para um grande almoço com cardápio especial, que apesar de variado, tem como preferência o churrasco e as massas.

No último almoço foram as massas que brilharam na mesa dos Zimmermann. Teve folhado de brie com damasco caramelizado, fagottini de queijo e mini rondelli margherita. Para a sobremesa, tiramisù com calda de chocolate. Mas desta vez as receitas não foram preparadas pela família, mas encomendadas. Pedir comida fora também é um costume das famílias nos fins de semana.

“Alguns clientes levam congelados, outros preferem levar o prato montado, prontinho para ir ao forno”, afirma a chef Solange Schneider, do Empório Rosmarino, em Curitiba, que oferece pratos prontos e congelados para levar para casa. No local, os pratos mais procurados são as massas de travessa, em especial o ravióli de queijo brie e pera.

O serviço ampliado oferece o prato montado na travessa, pronto para ir ao forno, “é uma forma de incentivar as famílias para que se reúnam mais, aproveitem sua intimidade e possam sempre confraternizar, independentemente da data”, comenta a chef. O trabalho no Empório não impede que a tradição do almoço de domingo aconteça também na casa dela: Solange afirma que não abre mão de reunir sua família para o almoço.

Tradição do churrasco
Também é possível ter o “mais domingueiro” dos cardápios sem acender a churrasqueira. A Churrascaria Ervin, uma das mais antigas de Curitiba, entrega a carne quentinha em casa junto com os acompanhamentos. O carro-chefe do é o churrasco tradicional: contrafilé com mignon, maionese, tomate, cebola e pães. Além do prato completo, também é possível pedir somente a carne ou algum acompanhamento. A maionese é o acompanhamento mais pedido da casa, que funciona desde 1950.

Já quem prefere não sujar a louça ou fazer um programa diferente no domingo opta por almoçar fora de casa. E esse hábito é bem comum — a maioria dos clientes da Churrascaria Ervin são famílias, segundo Guilherme Boddy, neto do fundador. “São quase 70 anos de história e, ao longo desses anos, esse é o público mais fiel, os avós que trazem os filhos que, por sua vez, trazem os netos”.

De Norte a Sul
De Norte a Sul, a tradição do almoço em família põe à mesa não só comida, mas a cultura de cada região. Confira os pratos mais comuns nas diversas regiões do país:

almoco-em-familia-de-domingo.jpg (670Ã447)

O churrasco está entre as preferências para o almoço em família na região Sul. Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo.

Norte:
Os peixes e frutos do mar são os principais nos almoços de domingo, geralmente acompanhados pela brasileiríssima mandioca. Tem ainda as caldeiradas e o pato com tucupi.

Nordeste:
Além dos peixes, a cozinha tradicional afro-brasileira é muito forte na região. Acarajés, vatapás e bobós aparecem sempre no cardápio. Sarapatel, baião de dois e buchada de bode também são pratos para saborear com a família.

Centro-Oeste:
A galinhada acompanhada do tradicional arroz com pequi tem espaço garantido no almoço. A proximidade com a região pantaneira traz para a mesa de domingo as carnes de caça e peixes típicos, como o pintado e o dourado. Já na região mato-grossense, onde a pecuária é forte, o churrasco também marca presença. Tem ainda o churrasco pantaneiro feito com mandioca e carne bovina.

Sudeste:
Os peixes ganham destaque, mas a carne assada e as massas predominam em alguns estados, principalmente em São Paulo. No Espírito Santo, o carro-chefe é a moqueca capixaba, preparada em panela de barro com vários tipos de peixe e frutos do mar. Em Minas Gerais, o que se destaca é a carne de porco. Quiabo e galinha também não faltam na mesa dos mineiros.

Sul:
A carne vermelha e as massas são as campeãs. Por aqui, domingo é sinônimo de um bom churrasco. Mas as massas, como macarronadas e lasanhas, não ficam para trás, marcas da colonização italiana na região.

Acompanhamentos
Nem só de prato principal é feito o almoço de domingo. Confira os acompanhamentos mais tradicionais:

Arroz: Seja à grega, de forno, biro biro, risoto, carreteiro ou branquinho, o arroz está sempre presente. Por conta de seu sabor neutro, ele é o acompanhamento perfeito para as carnes, legumes e outros grãos.

Farofa: Algumas são mais sofisticadas, com castanhas e frutas, outras são feitas apenas com cebolas e linguiça. Tem as que levam bacon, milho e cenoura ou ainda a tradicional, temperada apenas com sal e manteiga. Seja simples ou bem carregada, a farofa tem seu lugar garantido na mesa no domingo.

Maionese: Principal acompanhante das carnes assadas, também combina com massas e frango. As receitas variam entre aquelas que passam por gerações, feitas com batatas e ovos, até as mais inovadoras, que levam páprica, parmesão, lemon pepper e muito mais.

Banana à milanesa: Tradicional para compor a feijoada, a banana à milanesa também figura ao lado de carnes, farofas e saladas.

Mandioca ou polenta frita: Crocantes por fora e macias por dentro, são um acompanhamento irresistível e aclamado nas mesas.

Sobremesas

sobremesa-almoco-de-familia.jpg (670Ã447)

Domingo é dia comer bem. Por isso entradas e sobremesas não podem faltar no encontro em família. Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo.

Entre as delícias que fecham o almoço de domingo estão pudins de leite, pavês, mousses e também tortas. Algumas receitas clássicas não perdem seu espaço. A ambrosia, um doce de preparo simples que leva apenas leite, ovos, açúcar, canela e casca de limão, é um deles. A receita é típica de Minas Gerais, aparece com frequência nos almoços de famílias nas mais diversas regiões.

Outro preparo regional que conquistou o país foi o bolo de rolo, bastante conhecido no Nordeste. O recheio original é de goiabada, mas existem inúmeras variações com chocolate, coco, amendoim e creme de avelã. Em defesa do doce, os nordestinos afirmam: bolo de rolo não é rocambole, posto que sua massa é muito mais fina.

Além dos doces tradicionais, alguns preparos mais sofisticados também marcam presença. O tiramisù, a banoffi, o cheesecake e o petit gateau lideram a lista das sobremesas mais pedidas no almoço de domingo."

Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/bomgourmet/pratos-tradicionais-domingo/
Copyright © 2019, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados.

LEIA TAMBÉM
Moldart Papel de Parede
CONTATO COMERCIAL
(46) 3242-1495
(46) 98413-4946
comercial@radiochopinzinho.com.br
REDES SOCIAIS
PB Agência Web