Ameaçado, Inter dispensa Roth e promete novo técnico em 24 horas
ESPORTES
18 de Novembro de 2016

O técnico Celso Roth fez sua última partida no comando do Internacional na noite desta quinta-feira. Seriamente ameaçado pelo rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro, o clube gaúcho dispensou o treinador após o empate por 1 a 1 contra a Ponte Preta no Beira-Rio e prometeu um substituto em 24 horas.

Fernando Carvalho, vice-presidente de futebol do Internacional, comunicou a medida. “Esperamos que mude. É claro que é difícil, mas entendemos que nesse momento, para reagrupar os jogadores e ter novamente o apoio da torcida, era necessária essa troca”, declarou.

Após uma campanha de seis vitórias, seis empates e 10 derrotas, Roth fez um rápido pronunciamento. “Quero dizer a todos que foi uma decisão de comum acordo. Agradeço à direção do Inter, principalmente ao Fernando Carvalho. Achamos melhor tomar essa atitude e torço para que as coisas caminhem da melhor maneira possível”, declarou.

Questionado sobre o perfil que deseja para dirigir o Internacional nas últimas três rodadas do Campeonato Brasileiro, o dirigente foi evasivo, mas estabeleceu um prazo. “Não temos ainda uma definição e definiremos no máximo em 24 horas”, afirmou Carvalho.

Superado pelo Vitória pelo número de gols marcados no torneio, o Internacional figura apenas na 17ª colocação, performance que revoltou sua torcida. Como o time baiano perdeu do Santos na Vila Belmiro, a equipe gaúcha deixaria a zona de rebaixamento se vencesse a Ponte Preta dentro de casa.

“É uma forma que encontramos para reoxigenar o vestiário, que está muito abatido e não vem dando resposta, para que consigamos, ainda que faltando três jogos, reagrupar novamente e trazer uma nova ideia para o departamento de futebol”, justificou Carvalho.

Às 20 horas (de Brasília) da próxima segunda-feira, em Itaquera, o Internacional enfrenta o Corinthians, envolvido na briga por uma vaga no G6. Nas últimas rodadas, o time gaúcho encara o Cruzeiro como mandante e encerra a campanha diante do Fluminense, fora de casa.

“O time tem bons jogadores, em condições de sair ainda da situação em que se encontra e por isso estamos aqui trabalhando”, afirmou o dirigente. “Estou aqui para tentar resolver um problema seríssimo na história do clube e vou seguir, a despeito de algumas críticas, que são naturais”, afirmou.

LEIA TAMBÉM
CONTATO COMERCIAL
(46) 3242-1495
(46) 98413-4946
comercial@radiochopinzinho.com.br
REDES SOCIAIS
PB Agência Web