Após nova derrota, Roger Machado pede demissão do Grêmio
ESPORTES
15 de Setembro de 2016

O técnico Roger Machado não resistiu à sexta partida sem vencer no Campeonato Brasileiro e pediu o desligamento do Grêmio. Após a derrota para a Ponte Preta, nesta quarta-feira, o presidente do clube, Romildo Bolzan Júnior, anunciou a demissão do comandante e afirmou que era cedo para tratar de novos nomes.

Roger afirmou que não conseguiria tirar mais do elenco que tinha em mãos e pediu para deixar o cargo. No meu entendimento, eu não queria aceitar, mas a demissão tinha caráter irrevogável”, comentou o dirigente. “Ele deixa o clube em uma posição muito digna de um homem que teve a habilidade de reavaliar um contexto que eu talvez não teria percebido”, completou.

A pressão sobre o treinador de 41 anos vinha só aumentando, principalmente pelos 31 dias sem vencer, e pelo fato de a equipe ter se distanciado dos líderes da Série A. Após o resultado desta noite, o time de Porto Alegre se manteve no meio da tabela, com 37 pontos.

À frente do Tricolor por 94 jogos, desde maio de 2015, Roger levou o time ao terceiro lugar da última edição do Brasileirão e chegou até as oitavas de final da Copa libertadores 2016. Em toda a passagem, ele obteve um aproveitamento de 58%, com 48 vitórias, 22 empates e 24 derrotas.

LEIA TAMBÉM
CONTATO COMERCIAL
(46) 3242-1495
(46) 98413-4946
comercial@radiochopinzinho.com.br
REDES SOCIAIS
PB Agência Web