Amarildo Secco pede reavaliação de propriedades rurais que foram enquadradas como área urbana
AGRICULTURA
10 de Março de 2016

Na semana passada o vereador Amarildo Secco, apresentou indicação na câmara de vereadores, o qual está solicitando que a administração municipal realize estudos para avaliar a situação dos produtores rurais que moram no entorno da cidade e que recentemente foram declarados participantes do quadro urbano.

Esses agricultores segundo o vereador passaram a pagar taxas referentes a essas propriedades como se fosse perímetro urbano, o que está inviabilizando a permanência na propriedade. “Fui procurado por agricultores que tem suas propriedades no entorno da cidade os quais tem sua renda baseada exclusivamente na atividade agrícola como é o caso de aviários e outras atividades do setor. Com a mudança na delimitação do perímetro urbano de Chopinzinho, estas propriedades foram enquadradas também como áreas urbanas, o que fez com que os proprietários tenham que pagar IPTU da propriedade, luz urbana e outros impostos elevando os custos da propriedade e praticamente inviabilizando a permanência do agricultor. Conheço pessoas que estão nesta situação que pagam o ITR, tem carta de aptidão, e que muito provavelmente serão enquadrados pela Copel, os quais terão que pagar a taxa de luz urbana”, destacou Amarildo.

Diante desse problema o vereador está solicitando ao executivo municipal que essa medida seja revista, tendo em vista que não há projeto de expansão urbana onde esses agricultores estão residindo. Do contrário, segundo o vereador, esses agricultores terão que abandonar a atividade em função do encarecimento dos custos. 

LEIA TAMBÉM
CONTATO COMERCIAL
(46) 3242-1495
(46) 98413-4946
comercial@radiochopinzinho.com.br
REDES SOCIAIS
PB Agência Web