Envolvido na morte de vereador em Sulina é condenado a 14 anos de prisão
POLICIAL
04 de Março de 2016

Nesta quinta feira, dia 03, aconteceu no salão de júri do Fórum da Comarca de São João, o júri de Daniel Anger de Camargo, o qual é acusado de envolvimento na morte do vereador de Sulina e vice presidente da Cresol em Chopinzinho Nelson Manuel da Motta, crime ocorrido no dia 05 de fevereiro de 2010. Daniel foi condenado a 14 anos de prisão.

Na época o homicídio ocorreu na residência do vereador, na comunidade de Barra do Fartura, interior de Sulina. Nelson foi alvejado com 04 disparos de arma de fogo. O corpo da vítima, foi encontrado cerca de 200 metros da casa em uma valeta às margens da estrada.

O júri durou cerca de 12 horas, sendo que o advogado de defesa impetrou com recurso, o réu poderá aguardar decisão em liberdade com algumas restrições. Uma delas, é que Daniel não poderá sair da comarca de São João sem autorização prévia do judiciário.

Na mesma ocasião esteve sentada no banco dos réus, Danúbia Lucas Marcondes, a qual respondia pelo crime de coação. Ela foi absolvida pelo corpo de jurados.

Outros dois acusados de envolvimento no crime também já foram julgados ainda no ano de 2012. Junior Simeão Kurpel e Leonir José Correia, popular Grilo, os quais foram condenados a 16 anos de prisão cada um. O júri aconteceu no fórum da comarca de Chopinzinho. 

LEIA TAMBÉM
CONTATO COMERCIAL
(46) 3242-1495
(46) 98413-4946
comercial@radiochopinzinho.com.br
REDES SOCIAIS
PB Agência Web