Julgamento dos acusados da morte de João Emerson Bueno e Lauro Johan é suspenso a pedido do ministério público
POLICIAL
01 de Fevereiro de 2016

Foi suspenso o júri que estava marcado para o próximo dia 18 de fevereiro no Fórum da comarca de Chopinzinho. Na ocasião, iriam sentar no banco dos réus, os quatro acusados da morte de João Emerson Bueno e Lauro Johan, fato que ocorreu no dia 11 de julho de 2013, no Bairro San Genaro, em Chopinzinho.

Rudinei Paim de Camargo, Edivandro Albrech, Niomar Ramos e Jonael Freitas de Andrade, estão detidos na 5ª SDP de Pato Branco aguardando julgamento.

De acordo com o juiz diretor do Fórum, Dr João Ângelo Bueno, a suspensão do júri se deu a pedido da acusação através do ministério público. “Na semana passada recebemos uma decisão do Tribunal de Justiça do Estado Paraná, acolhendo uma manifestação do ministério público da comarca acatando o pedido de suspensão do júri do dia 18 de fevereiro”, disse o juiz.

O pedido de acordo com o juiz envolve principalmente questão de segurança. “Trata-se de um crime que gerou muita polêmica e desperta o interesse e a curiosidade de muita gente. Diante disso, o ministério público preocupado com a segurança do local no dia do julgamento pediu o desaforamento, ou seja, que o júri seja transferido para outra comarca”, destacou o magistrado.

Com a apresentação do pedido, segundo o juiz, o Tribunal de Justiça do Estado determinou a suspensão do júri até que se analise a solicitação por todas as partes envolvidas e assim, se decida pela transferência ou não do local do júri.

O juiz acredita que a decisão não demore muito tempo, principalmente por se tratar de réus que estão presos. “Todo processo que envolve réu preso tem uma tramitação muito mais rápida que os demais, pelo fato de envolver a liberdade do cidadão. Por isso, situações como esta tem uma prioridade máxima com relação aos demais processos. Não há como prever quanto tempo vai demorar, mas com certeza o pedido vai tramitar no menor prazo de tempo possível, e ai o júri será remarcado de acordo com a decisão do Tribunal”, enfatizou Dr João. 

LEIA TAMBÉM
CONTATO COMERCIAL
(46) 3242-1495
(46) 98413-4946
comercial@radiochopinzinho.com.br
REDES SOCIAIS
PB Agência Web